quinta-feira, 24 de março de 2016

Circle II Circle – “Reign of Darkness”

(2015 – Nacional)             
                                              
Shinigami Records

Zak Stevens (Savatage, ex- Trans-Siberian Orchestra) e seu Circle II Circle chegam ao sétimo lançamento, fato que faz com que a banda mantenha a regularidade (até prolífica, de certa forma) em lançar trabalhos desde que surgiu em 2002. “Reign of Darkness” marca a estreia do baterista brasileiro Marcelo Moreira (ex-Almah).

Assim como o nome do disco e sua arte gráfica – a cargo do brasileiro João Duarte – denunciam, o trabalho é o mais pesado e obscuro da banda. Mantendo sua essência focada no Power/Prog Metal, o grupo adiciona elementos mais modernos e agressivos em sua música.

Talvez as guitarras de Christian Wentz e Bill Hudson (o outro brasileiro no grupo) sejam grandes responsáveis pelo clima e peso do disco, pois os riffs são o grande destaque, soando furiosos com afinação mais baixa e densidade acima do que é comum no grupo.

A cozinha enfatiza esse peso com linhas fortes, mérito do baixo de Mitch Stewart e da pegada de Moreira, que deu uma guinada na função. O mais interessante é que esse peso se contrasta com ótimas intervenções de teclados, a cargo de Henning Wanner, que dá o toque épico e belo às músicas.

Zak vem cantando bem como sempre e ainda contou com um ótimo trabalho de backings, realizado pelos próprios músicos com reforço de Paul Perry e Kristina Van Amburgh. A produção é uma das melhores da carreira da banda e ficou por conta do guitarrista Wentz.

Todas as composições estão bem estruturadas e as músicas são fortes, com bons refrãos e variação rítmica. Destaque para Victim of the Night, One More Day, Deep Within e a pesadíssima Sinister Love. Com uma discografia sólida, fica difícil afirmar se “Reign of Darkness” é o melhor disco da banda, mas com certeza um dos.


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records