quarta-feira, 11 de maio de 2016

Seele – “Jos Vain Kaiken Jättäisin”

(2016 – Importado)
                       
Independente

Relativamente nova, com raízes fincadas em 2014 e estabilização no ano seguinte, esta banda finlandesa aposta todas suas fichas e trabalha totalmente em sua língua pátria, o que inclusive complicou bastante esta resenha (risos). Mas, a sonoridade apresentada neste debut é tão interessante que vale à pena compreender a sonoridade do grupo.

“Jos Vain Kaiken Jättäisin” é o primeiro disco do Seele que atualmente é formado por Julia (vocal), Riku (guitarra/vocal), Samuli (guitarra), Jyri (baixo) e Samuel (bateria). A banda mescla o Rock alternativo com Hard Rock e Heavy Metal, o que gera uma música enérgica e de bom gosto.

Quem conhece, sabe que o finlandês é uma língua reta e forte, o que colabora para que a sonoridade da banda soe alegre, já que optam por cantar (escrever release, nas redes sociais, em tudo) pela língua pátria. Essa aura mais festiva também se enfatiza devido aos bons vocais de Julia, que canta de forma natural e equilibrada.

Apesar de possuir uma leve acentuação pop em alguns momentos, as composições possuem um bocado de guitarras que trazem o peso à tona, além de na maior parte o ritmo das músicas serem frenéticos. Outro ponto forte são os refrãos pegajosos que, no caso nosso que não entende bulhufas da língua, é só seguir alguma onomatopeia parecida e cantar junto.

A Metal Irti Ruumiista, Enkelten Luona, a alegre Kuolo Korjaa e mais densa faixa título são os destaques, além da ótima produção que deixa o som atual, mas sem os excessos de modernidade. Se o leitor procura algo bem atípico e fora dos costumes dos ouvidos brasileiros, o Seele é a banda ideal.


8,5

Vitor Franceschini



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records