sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Sabaton – “The Last Stand”

(2016 – Nacional)
                                         
Shinigami Records

Não há dúvidas de que o Sabaton caminha a passos largos ao ‘mainstream’, aliás, em alguns lugares a banda já alcançou tal status. Isso é mais que merecido, afinal, trata-se de uma banda com talento, prolífica (este é o oitavo disco em 17 anos, sendo que o grupo tem dezenas de lançamentos em outros formatos), além de extremamente profissional.

A banda passou pelo Brasil recentemente, recebeu homenagens de heróis de guerra (pela música Smoking Snakes, que fala sobre os pracinhas brasileiros que lutaram na Segunda Guerra Mundial), apareceu em canais de TV aberta, enfim, prestigiaram a fama que ainda cresce por aqui.

Talvez todo esse prestígio fez com que a banda gravasse “The Last Stand”, seu novo disco, de forma mais relaxada e natural, o que gerou um álbum de qualidade e bem objetivo. O novo trabalho traz músicas acessíveis, com fortes refrãos e certo clima épico.

A fórmula da banda continua a mesma, isto é, guitarras potentes, uma cozinha que ajuda a turbinar o peso e andamentos que não são os mais velozes, mas possuem o dinamismo necessário dentro da proposta. Em “The Last Stand” leves arranjos orquestrados e refrãos em coro aparecem bem encaixados.

Impossível não se empolgar com faixas como Sparta (belíssimo cartão de visitas), Blood of Bannockburn, que traz uma leve veia Folk, The Lost Battalion e a faixa título. Músicas fortes, que figurariam facilmente no ‘setlist’ dos shows da banda. A produção de Peter Tägtgren (Hypocrisy) no Abyss Studio só enriquece o disco.

A versão nacional, lançada pela Shinigami Records, traz ainda como bônus dois covers, um para Camouflage (Stan Ridgway) e outra para All Guns Blazing, além de um DVD extra com um ótimo show em Nantes, França. Bem filmado e produzido, o show completo mostra todo o poderio do grupo no palco, que é mais uma das armas desta que é a principal banda do Power Metal no momento. Vale destacar que o selo brasileiro também lançou o disco em formato simples, somente com o CD, sem os bônus e o DVD.


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records