terça-feira, 28 de março de 2017

Prong – “X - No Absolutes”

(2016 – Nacional)
                         
Shinigami Records

O Prong é uma banda que foi fundada em 1986. “Force Fed”, primeiro trabalho deles, saiu ainda no final da década de oitenta, mais precisamente em 1988. A banda sempre soou à frente de seu tempo e, apesar da orientação pendendo pro Thrash Metal, sempre teve seu leque aberto.

Tais fatos sempre trouxeram uma resistência perante a banda liderada por Tommy Victor (vocal/guitarra, Danzing), já que os fãs de Thrash Metal são bem conservadores. Fato é que o Prong é uma banda legal pra caramba e que nunca se importou com isso. Prolífico, o atual trio chega ao seu quarto lançamento (contando um álbum ao vivo) em três anos.

Se já não se importavam em seguir o caminho reto no início de carreira, agora então o grupo se importa menos ainda. “X – No Absolutes” é um disco que em certos momentos chega a ser inrotulável, e só se aproxima do Thrash devido ao que banda fez no passado e alguns elementos mais enfatizados.

Encontramos aqui Thrash, Hardcore, Groove e até composições com certas acentuações ao Pop Punk, mas nada exagerado. Há paradas mais complexas, com quebradas bruscas e constantes, riffs potentes, assim como algo mais direto e melodias que colocaria a banda em uma rádio Rock. Tudo isso também serve para os sentimentos que o disco passa, que vão desde furiosos a mais emotivos.

O que mais impressiona é que tudo isso acaba soando homogêneo e o Prong consegue ser característico. Claro, que quem é resistente à banda irá se tornar mais ainda, mas quem sempre os admirou irá gostar ainda mais. Por fim, “X - No Absolutes” é um disco atual de uma banda das antigas que sabe como soar interessante.


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records