quinta-feira, 27 de abril de 2017

InteraBanger: Claustrofobia



A seção InteraBanger do Blog Arte Metal, além de procurar inovar e tirar o veículo de certa rotina, tem o intuito de interagir com o leitor, músicos e especialistas no assunto sobre álbuns polêmicos ou não de bandas já consagradas e relevantes. Outros assuntos relativos às bandas ‘mainstream’ (ou nem tanto) também serão comentados esporadicamente.

O mais legal dessa seção até então, é saber que o recorde de comentários (e a maioria positivos) foi para as bandas brasileiras. Primeiro para o Sepultura e seu disco “Machine Messiah” (veja aqui), agora com o Claustrofobia, talvez um dos sucessores da banda mineira pra manter o Thrash Metal nacional em voga e seu novo álbum “Download Hatred” (2017). Assumindo de vez a brutalidade do Thrash Metal, os paulistas conseguiram arrancar suspiros dos banger e agradar mais ainda. Confira os comentários.

“Achei o disco muito bom. Puta produção. Ainda acho que o “Peste” (2011) e o “Thrasher” (2002) são os melhores discos dos caras até o momento, mas esse play não fica atrás. Uma coisa legal sobre os dois últimos discos do Claustro é que estão mais bem dosados e com arranjos mais certeiros. E puta que pariu! A letra de Curva é sensacional. Quem, afinal, nunca teve de lidar com os ‘curvas de rio’ nas portas de show? (risos)” (Vitor Caricati, guitarrista da Overthrash - https://www.facebook.com/Overthrash-1519512104967448/?fref=ts)

“Achei ótimo. Pensava que devido à saída do Alexandre (N.E.: na verdade o guitarrista Alexandre de Orio gravou o disco e logo deixou a banda), que algo seria perdido. Mas se aquele groove latino deu uma sumida, a banda ganhou em agressividade e peso. E que coleção de músicas fantástica!” (Marcos Garcia, Metal Samsara - https://metalsamsara.blogspot.com.br/)

“Achei bom, bem produzido, um disco pesado, mas assim como o “The Mediator Between Head and Hands Must Be the Heart” (2013) do Sepultura, achei que o vocal ficou muito gritado, podia ter dado um pouco mais de melodias no vocal, sem perder o peso.” (Luis Carlos Costa Filho, leitor – Formosa/GO)

“Bem produzido, desde a capa até o último acorde. Os caras evoluíram de forma monstruosa!!! Mostrando que o peso do nosso Metal continua em alta sempre.” (Leandro Fernandes, colaborador)

“CD tá animal, guitarras estão bem pesadas e trabalhadas, e gravação e produção do CD estão muito boas.” (Gilvan Rocha da Silva, Brothers of Metal - https://www.youtube.com/channel/UCy3PEetr5cL9wRETc8gLtaQ)

“Achei bem produzido e mais direto.” (Adalberto Belgamo, colaborador)

“Produção fudida e excelente trampo do guitarrista, impecável.” (Emerson Pereira, baixista/vocalista da Embrio - http://www.embrio.com.br/)

“Digo que este é o melhor registro dos caras... se superaram.” (Bruno Faustino, Musikkaos - https://www.facebook.com/Musikkaos/?fref=ts)



“Porrada na cara; músicas fantásticas e produção de primeira!” (Lucas Castro, guitarrista da Fim da Aurora - https://www.facebook.com/fimdaaurorabanda/?pnref=lhc)

“VIOLENTO ! EXCELENTE! O mais maduro e bem produzido deles!” (Rafael de Toledo Piza, leitor - Jaboticabal/SP)

“Claustrofobia é sempre excelente, o álbum é muito bom, paulada e técnico, bem gravado, Metal maloka sinistro, bom demais.” (Alexandre Rodrigues, Crushing Axes - http://www.crushingaxes.com.br/)

“Achei bem melhor que o anterior!!!” (André Bocão, Distro Rock Records - https://www.facebook.com/Distro-Rock-Records-Store-226851640660943/?fref=ts)

“Um dos melhores álbuns lançados nos últimos anos no país, simplesmente uma obra-prima de destruição sonora.” (Gleison Junior, Roadie Metal - http://roadie-metal.com/)

“Eu particularmente por muitos anos achei o “Thrasher” insuperável, mas esse novo álbum veio pra quebrar esse pensamento, seguindo pra outro patamar. Claustrofobia simplesmente matou a pau com esse play, criaram uma obra prima do Metal Nacional. Produção impecável, estruturas das músicas perfeitas e letras pesadas, conforme o som pede. O melhor trampo da banda desde sempre. Claustruth Legions!!!” (Roque Dortribe – guitarrista da Disorder of Rage - https://www.facebook.com/disorderofrage/)

“Orra! Excelente produção, superaram-se neste álbum! Destaque pra Curva, fudido!!!” (Gleidiane Rodrigues, leitora – Leme/SP)

“Como um outro pessoal aqui já comentou, pra mim o “Thrasher” e o “Peste” são os dois melhores do Claustro. O “Thrasher”, pra mim ainda é o melhor de todos, mas esse CD tá do caralho!!! The Greatest Temptation provavelmente é o som mais foda do álbum, puta atmosfera foda, pegada na veia, bem estilo Claustrofobia... Trampo classe A!!!” (Flávio Diniz, Morticínio Produções - http://morticinio.blogspot.com.br/)

“Thrash metal na veia esse novo álbum do Claustrofobia, uma verdadeira locomotiva desgovernada ladeira abaixo.” (Eider Spinoza, leitor – Porto Alegre/RS)

“Muito bom esse álbum. ‘Curva de rio vai pra p**** que pariu’ (risos)” (Theomarco Rodrigues, leitor – Belém/PA)

“Paulada violenta, Muito bom mesmo. Vi o show dos caras aqui em Goiânia foi muito bom, cara.” (Raul Rocha, leitor – Goiânia/GO)

“Visceral, não existe outra palavra pra definir!” (Leonardo Aguiar, leitor – Batatais/SP)

“Padrão Claustro de qualidade. Fudido!” (Paulo Doc, baixista da Lacerated and Carbonized - http://www.laceratedandcarbonized.com/)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records