segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Heaviest – “The Wall of Chaos-T”


(2018 – Nacional)

Shinigami Records

O Heaviest chega ao seu segundo disco ostentando uma boa estreia com “Nowhere”, debut lançado há três anos. Pior para o vocalista, Allax William, que teve a obrigação de substituir, nada mais nada menos, que Mario Pastore, um dos melhores vocalistas de Metal do país.

Mas, como desafio pouco é bobagem, o ‘novo’ cantor não se fez de rogado, e conseguiu atingir seu objetivo. Aliás, Allax traz até influências de seu antecessor, sendo mais polido e menos versátil, porém bem característico. Sente-se a segurança de seu trabalho e um equilíbrio impressionante. Comparações à parte, o cara tirou de letra.

Já a banda mostra aquela evolução natural, onde ganha um pouco mais em técnica e perde em agressividade. Porém, como o Heaviest é uma banda pesada por natureza, ela continua com seu Prog/Power Metal brutal, aqui mantendo a variedade rítmica e apostando em melodias bem equilibradas.

Riffs potentes intrincados, com feeling acima de tudo, linhas de baixo que acompanham a versatilidade da bateria, mostrando uma cozinha exploradora dão a tônica do disco. “The Wall of Chaos-T” tem produção do guitarrista Guto Mantesso, além da co-produção de Roy Z (Bruce Dickinson, Halford) e da própria banda.

Destaques? Like Those Ones, Thieves of Lives, Fire It Up (que assim como o álbum, tem um clipe dedicado aos refugiados de todo mundo – algo importante nos tempos atuais) e Wake Up. Lembrando que o guitarrista do Stratovarius, Matias Kupiaínen participa em Can´t You See e Zak Stevens (Circle II Circle, ex-Savatage) aparece em Hunted.


8,5

Vitor Franceschini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records