terça-feira, 19 de março de 2019

Arte News: SPIRITUAL HATE: F. Blackmortem fala sobre o atual momento da banda em entrevista ao site Chama do Metal


SPIRITUAL HATE: F. Blackmortem fala sobre o atual momento da banda em entrevista ao site Chama do Metal

2019 promete ser um ano agitado para a banda de Death/Black Metal SPIRITUAL HATE. Após anunciar sua mais nova formação, o guitarrista F. Blackmortem foi destaque no site Chama do Metal, onde concedeu uma entrevista.
Neste bate-papo, conduzido por Fábio do Nascimento, o músico falou, dentre outros assuntos, sobre o início do grupo, discografia, cena do Metal estremo paulista, atual formação – que contou com o ingresso recente do baixista Marcelo Noktuz e baterista Malus – novo álbum ainda para este ano e muito mais.

Confira esta entrevista exclusiva completa aqui: http://www.chamadometal.com/2019/03/spiritual-hate-entrevista-exclusiva-com.html

Em paralelo, o SPIRIUAL HATE vem ganhando diversas críticas positivas acerca do atual álbum “Diabolical Dominium”, lançado em 2017. Confira todas as resenhas, entrevistas e matérias especiais acessando o clipping oficial da banda pelo link a seguir: https://sanguefrioproducoes.com/upload/clipping/Spiritual_Hate.pdf

Assista ao videoclipe de “Awaiting Fucking Jesus”:
https://youtu.be/NtaPI_vjDVo

Encontre “Diabolical Dominium” nas principais plataformas digitais:


AXECUTER: ‘Weekend Tour’ em São Paulo com três apresentações, confira!

Logo após anunciar a “Surrounded By Decay Tour 2019”, os paranaenses do AXECUTER se preparam para a primeira ‘Weekend Tour’ deste ano.

A banda estará no estado de São Paulo para três apresentações neste fim de semana. A primeira dela acontecerá em Jandira/SP, na sexta-feira (22/03), ao lado de Armadilha e ChromeSkull no Caveira Velha Rock Bar, confira:

https://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/AXECUTER_Jandira.jpg
Link do evento no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/events/294879614508337/

No dia seguinte (23/03), o grupo viaja até a capital paulista, onde estarão no Centro Cultural Zapata, com Flagelador, Cerberus Attack, Evil Sense e Terminattor no ‘Headbangers Afterlife’, veja:

https://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/AXECUTER_São_Paulo.jpg
Link do evento no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/events/595076147586073/

O último show desta primeira passagem por São Paulo do ano, acontecerá em Itaim Paulista, no domingo (24/03), junto às bandas Anama, Sentenciador e Exofagia no Cranius Rock Beer, onde acontece o ‘Surrounded by Decay Fest’, confira:

https://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/AXECUTER_Itaim_Paulista.jpg
Link do evento no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/events/294478817904830/

A “Surrounded By Decay Tour 2019” segue com datas disponíveis para todo o Brasil, produtores interessados em levar o AXECUTER para seu evento, escrevam para axecutermetal@gmail.com ou diretamente pelo Facebook em www.facebook.com/Axecuter e solicitem mais informações.

Confira todas as datas aqui: https://sanguefrioproducoes.com/n/1994

Assista ao ‘album preview’ do novo trabalho “Surrounded By Decay”, que estará disponível na última semana de março:


PAVIO: No line up do festival Pulso Hardcore Festival 

Banda promove EP em Tour pelo Brasil

Com pegadas que vão do hardcore ao thrash metal, a  banda Pavio se consagra após o lançamento do seu EP "Execução Sumária" via Electric Funeral Records, como uma dos principais nomes do hardcore carioca e nacional.

Com uma extensa agenda de shows, o grupo vem promovendo em turnê seu último lançamento e se destacando cada vez mais na cena.
De linguagem agressiva e letras que expressam manifestação e grito de socorro, com um som de alto contexto social e político, junto a músicas aceleradas, a receita do pavio está na autenticidade do seu som, na sua atitude, e é claro na energia dos shows.   

Pavio acaba de compor o line up do festival Pulso Hardcore Festival que acontecerá dia 14 de abril, no Rio de Janeiro, contando com 2 palcos e 10 bandas; Zander
(show especial da tour de 10 anos), SurraBayside KingsAurora RulesN.D.R Hardcore, Maieuttica, Join The DanceCircus Rock e Nuclei.

Mais informações sobre o Pulso Hardcore Festival:

Para conhecer mais e ficar por dentro das atualizações e do som do PAVIO, curta e siga a banda:


MELYRA e CROMO TWO tocam sucessos em show na Tijuca

Bandas com formação feminina fazem parte de programação especial

Sexo frágil? Jamais! As mulheres das bandas Melyra e Cromo Two mostram que o som é pesado e a fragilidade passa longe delas. A Melyra apresentará as canções do disco “Saving You From Reality”, trabalho de estreia considerado pela mídia especializada nacional e internacional um dos melhores de 2018. O show acontece no Smoke Lounge, na Tijuca, às 21h, com ingressos a 15 reais.

Som pesado, riffs poderosos e performance enérgica são os elementos que tornam a Melyra uma das bandas mais populares da cena carioca. Com sete anos de estrada, a banda já tocou no Circo Voador (RJ), abrindo para os suecos do Arch Enemy; participou do tributo ao cantor Edu Falaschi, conquistando elogios da crítica; além de tocar em eventos conhecidos na capital fluminense, como Rio Novo Rock, Rio Banda Fest e Roquealize-se. A Melyra é Fe Schenker (guitarra e backing vocal), Nena Accioly (baixo e guturais), Roberta Tesch (guitarra e backing vocal), Verônica Vox (voz) e Drika Martins (bateria).

O Centro Cultural Smoke Lounge é um Pub, uma Tabacaria e um Estúdio de Tatuagem e de Música. No local são realizados eventos voltados à arte e cultura durante toda a semana. O espaço fica na Rua Ibituruna, nº 08, na Tijuca, próximo à estação de metrô e trem de São Cristóvão.

Serviço
Melyra e Cromo Two
Data: 23/03/2019 (sábado)
Horário: 21h
Local: Smoke Lounge
Endereço: Rua Ibituruna, nº 08, Tijuca - Rio de Janeiro/RJ
Ingressos: R$15
Classificação etária: 18 anos


SHOTDOWN: show especial com Motordrunk em São José do Rio Preto
A Shotdown se reúnem a banda Motordrunk para fazer um show épico dos seus respectivos álbuns. A banda apresentará o álbum "Odium Innatum" na íntegra, e mais algumas músicas do EP "Spitfire".
O primeiro álbum foi lançado mundialmente no dia 07/02/2019, com o show de estreia feito no SESC de São José do Rio Preto, contendo 10 faixas.    

A Motordrunk apresentará o álbum "Motordrunk" na íntegra.
O álbum autointitulado foi lançado mundialmente em 05/12/2018, com o show de estreia feito no próprio Vila Dionísio, contendo 10 faixas de puro Heavy Metal/Hard Rock.


Acesse o Evento:

Odium Innatum é o álbum de estréia da banda que inciou em 2009 e após lançar singles e amadurecer sua identidade sonora chegou a esse primeiro álbum cheio imprimindo toda a sua qualidade, maturidade e técnica.


Em Dezembro de 2018, a banda lançou o single "Inbred Hatred" que é uma das faixas deste álbum de estréia.

Assista: https://youtu.be/CfZxgDhHNlQ


ODIUM INNATUM tem 10 faixas contendo músicas inéditas e músicas
trabalhadas pela banda ao longo da carreira até aqui e foi lançado pela DIE HARD RECORDS.

SHOTDOWN:
– Gui Blacksteel Guilherme (Vocal)
– Danilo “Donni”Origa (Guitarra)
– Mateus Jammal (Bateria)
– Gabriel De Aro Silva (Baixo)

Siga a Shotdown:
https://www.facebook.com/ShotdownBR/
https://www.youtube.com/user/ShotdownBR
https://www.instagram.com/shotdownbr/


NOSTOS: Banda anuncia parceria com Jens Bogren em "Altar"

Banda fecha parceria com os engenheiros de som Dennis Israel e Jens Bogren

A banda de black/doom metal Nostos, acaba de anunciar a data de lançamento do seu mais novo trabalho intitulado "Altar". O novo single tem previsão de lançamento dia 30 de março em todas as plataformas de streaming via Electric Funeral Records.

Após o bem sucedido lançamento do EP "Misfortune", o trio que fechou com selo brasileiro (Electric Funeral Records) e Holandês (Back from the grave tapes), promete explorar os aspectos mais sombrios de seu som e  ir além de suas impressões passadas do Metal Extremo. O novo single conta com a parceria com os engenheiros de som Dennis Israel e Jens Bogren.

Jens Bogren é reconhecido mundialmente por ter trabalhado com bandas como  Opeth, Dimmu Borgir, Sepultura, Arch Enemy, At the Gates, Katatonia, Babymetal, Soilwork, James LaBrie, Moonspell, God Forbid, Kreator, Devin Townsend, Ihsahn, Dark Tranquillity, Paradise Lost, Amon Amarth, entre outros.

Um trio que navega do black metal visceral ao peso do doom metal, "Altar" vem para apresentar o crescimento musical da banda, e se mostrar completamente diferente dos grupos desse gênero, incorporando o elemento do obscuro, do sombrio e do melancólico em suas composições. Nostos, sem dúvida só tem a crescer e encabeçar essa a nova safra do black/doom metal brasileiro.

Para conhecer mais e ficar por dentro das atualizações e do som do Nostos, curta e siga a banda:


ACID BRIGADE: Lança álbum "Storming Into This Land"

Banda concede entrevista e comenta sobre seu novo trabalho

Acid Brigade foi formado em 2013 por Yuri Lima (voz), Rodrigo Freitas (guitarra/backing vocals), Bruno Lopes (baixo/backing vocals) e Douglas Igarashi (bateria), na cidade de Londrina/Paraná.
Com influências de thrash metal da Bay Area e Alemanha, a banda apresenta um riffs acelarados e potentes, prometendo muito peso com seu mais novo full album intitulado "Storming Into This Land" nas principais plataformas de streaming via Electric Funeral Records.  

Confira o Full Album aqui: https://onerpm.com/al/3792978389

Conversamos com Rodrigo Freitas (guitarra/backing vocals) para entender as inflências que formam o som do Acid Brigade:

Toda banda tem sua influência. Vocês se inspiram em alguma banda?
Rodrigo: Individualmente, nossas influências são bastante variadas. Eu venho de bandas de heavy metal tradicional, enquanto nosso baixista, além de ser guitarrista do Distanásia (banda de crust de Maringá) é um exímio banjoista e já tocou com diversos grupos de música country outlaw daqui de Londrina. Douglas, baterista que gravou um álbum, é um grande fã de Megadeth, Sadus e Death, enquanto nosso vocalista tem um projeto de rap e curte bastante as bandas mais modernas de death e thrash metal. Dito isso, nossas influências, além de se complementarem, se encontram mesmo em Exodus, Slayer, Megadeth e Sepultura. Mas isso também não é uma regra, pois temos sons com influências completamente diferentes.

De ondem vêm esse nome "ACID BRIGADE"?   O que levou a banda a esse nome?
Rodrigo: Nós ensaiamos por mais de um ano sem um nome pra banda. Quando surgiu a necessidade, fizemos uma pequena lista com algumas sugestões, e Acid Brigade foi a sugestão que acabou agradando a todos. Porém, o nome em sim não possui significado algum, são apenas duas palavras que acreditamos que soam bem juntas, e transmitem bem a proposta da banda de tocar thrash metal. Quando alguém vê o nome da banda, acredito que já saibam o estilo que tocamos.

O Single foi muito bem recebido pela mídia especializada. O que podemos esperar desse novo EP?
Rodrigo: Primeiramente, nós não gravamos o álbum pra agradar ninguém e não temos a pretensão de que a banda seja uma carreira pra nós, contudo, ver o álbum finalizado é a relização de um sonho nosso - um plano que tínhamos logo quando inciamos a banda. Porém, é lógico que nos sentimos satisfeitos quando as pessoas elogiam nosso trabalho, mas essa não é a razão pela qual estamos nisso. Apenas queremos tocar o som que curtimos.

Suas letras passam uma mensagem muito forte, de onde vêm as ideias para as composições? Existe alguma composição que é mais especial para vocês?  
Rodrigo: Nossas letras tratam de relações de poder, indignação com o estado atual do mundo, e o estilo de vida e as dificuldades de ser headbanger. A composição que nós curtimos mais é a faixa título do álbum: "Storming Into This Land", que, traz os headbangers como figuras principais na erradicação das forças opressoras, o que o Marcelo Draw Or Die (Manger Cadavre?), soube transferir muito bem para a arte da capa.

De quem é a arte da capa do álbum e por que escolheram esse artista? 
Rodrigo: Como disse acima, a arte da capa foi desenvolvida pelo Marcelo Draw Or Die, que usou como ponto de partida umas referências de cenário e personagens que passamos pra ele. Adoraramos o trabalho dele, e esperamos que ele tenha curtido trabalhar conosco da mesma maneira que curtimos trabalhar com ele. A escolha foi baseado no tipo de traço que queríamos para esse trabalho (influências de Ed Repka), e o Marcelo entendeu a ideia, e fez um trabalho fantástico!

Como anda a agenda de shows e a divulgação do trabalho? 
Rodrigo: Enquanto aguardamos o lançamento do álbum, estamos trabalhando em novas composições, e ainda não iniciamos a agenda de shows de 2019, pois estamos com um novo baterista, e queremos deixar tudo o mais preciso possível para podermos tocar ao vivo. Isso pode levar um tempo, mas preferimos deixar a ansiedade de lado e trabalhar para que possamos nos apresentar ao vivo de uma maneira que nos agrade 100%.

O que esperam para 2019? 
Rodrigo: Esperamos que as pessoas curtam o álbum, pois deu um trabalho danado! E esperamos que com o apoio da Electric Funeral, o material consiga chegar ao maior número de pessoas possível, porque, apesar de temos gravado o álbum como satisfação pessoal, queremos dividir isso com outras pessoas também. Provavelmente estaremos de volta a estrada no segundo semestre.

Para conhecer mais e ficar por dentro das atualizações e do som do ACID BRIGADE, curta e siga a banda:
https://www.facebook.com/acidbrigade/  


SOB CERCO: Banda lança single "Napalm"

Banda conversa em entrevista sobre temas polêmicos e planos futuros

"Contra toda forma de intolerância, seja ela racial, religiosa ou LGBT. Mais amor, mais respeito", esse é o Sob Cerco.

Formada em 2012 na cidade de Teresópolis-RJ, a banda atualmente é formada por Fábio Vargas, Juan Vargas, Paulo Cellos e Gustavo Boletta, com letras que abordam temas do cotidiano, como violência, guerra e preconceito, a banda apresenta uma pegada na linha de bandas como Suicidal Tendencies, RDP, Pantera ou seja, com muito peso e velocidade em suas composições.

A banda acaba de lançar o single “Napalm” em todas as plataformas digitais via Electric Funeral Records.  

Confira aqui:  https://onerpm.com/al/8855151487  

Conversamos com a banda para entender as influências que formam o som do Sob Cerco:  

Toda banda tem sua influência. Vocês se inspiram em alguma banda?
Sob Cerco: Cada um na banda tem suas influências particulares, mas em comum nos inspiramos em bandas de hardcore e metal dos anos 80/90, como Pantera, Suicidal Tendencies, RDP, Slayer na verdade na hora de compor acho que a gente não pensa em fazer um som parecido com tal banda, vamos tocando e é o que sair na hora e ficar legal mesmo.

De ondem vêm esse nome "SOB CERCO"?   O que levou a banda a esse nome?
Sob Cerco: Montamos a banda para fazer alguns shows na cidade tocando uns covers do Pantera, e nos ensaios  começaram a sair alguns sons, foi quando resolvemos que a banda teria que ter um nome que foi tirado de uma música do Sepultura "Under Siege (Regnum Irae)". O nome tinha tudo a ver para a proposta da banda que era fazer letras que falam de guerra, de problemas vividos pelo trabalhador que mora na favela, que vive sob cerco da violência e do descaso imposta pelo estado.

O que podemos esperar desse novo single? Há previsão de lançamento para um EP ou disco de inéditas?
Sob Cerco: Esse novo single tá bem diferente do nosso primeiro EP, que foi gravado em 2014, a letra fala da guerra no Vietnã, mas pode ser usada para ilustrar a guerra travada no dia a dia pelo pobre favelado que é obrigado a enfrentar uma guerra diária ao sair de casa sem saber se vai voltar. Esse single foi gravado em janeiro, em março ou abril estaremos gravando mais uns sons, que provavelmente deve virar um EP.

Suas letras passam uma mensagem muito forte, de onde vêm as ideias para as composições? Existe alguma composição que é mais especial para vocês? 
Sob Cerco: Normalmente as ideias vem de jornais, documentários, problemas vividos em nossas áreas, etc, o que não falta hoje é ideia para letras, todas as composições são especiais, algumas mais que as outras, mas acho que a que mais gostamos mesmo é a primeira música que fizemos a "Sob o Domínio do Medo" que é a que o pessoal sempre ajuda a cantar nos shows.

De quem é a arte da capa do single e por que escolheram esse artista?
Sob Cerco:  A capa do single foi feito pelo nosso vocalista (Fábio Vargas) é uma colagem com várias imagem da guerra no Vietnã, na verdade a ideia inicial seria fazer uma ilustração, mas essa colagem conseguiu ilustrar muito bem a letra da música.

Como anda a agenda de shows e a divulgação do trabalho? 
Sob Cerco: Estamos com uma mini-tou marcada com nossos amigos da banda Cervical, serão 3 shows, Rio, Nova Iguaçu e Teresópolis, em abril teremos um show com o Fokismo, Força Crime Passional E Disola, e estamos fechando outras datas, a ideia é tocar o máximo esse ano pra divulgar os sons novos.

O que esperam para 2019? 
Sob Cerco: Pro pais, pro pobre trabalhador, esperamos o pior possível né, não tem como ser otimista com um fascista retardado na presidência, um bosta que não tem nenhum plano de governo, que só tira direitos e baba o ovo dos EUA, na cena hardcore/metal esperamos que a rapaziada frequente mais os shows, fortaleçam as bandas, e que haja sempre mais lugares pra tocar.


PRISON lança novo som "Who Lives Who Dies Who Cares"
O Prison, de Seattle, acaba de lançar sua nova música "Who Lives Who Dies Who Cares" no The Bad Copy. A música é do seu próximo álbum “Come, Annihilation”, que será lançado em 29 de março de 2019.



Mais informações:


SKANNERS solta o primeiro single "Rolling in the Fire" da "Temptation", no dia 26 de abril pela ALPHA OMEGA Records!
Os lendários Heavy Metalers italianos SKANNERS lançaram o primeiro single "Rolling in the Fire", tirado de seu próximo álbum "Temptation", lançado na Europa em 26 de abril pela Self Distribuzione Milano e CODE 7 / Plastic Head UK pela ALPHA OMEGA Records!

Cadastrar / comprar "Rolling in the Fire" em:

Próximos shows da banda:
30 de março - Festa de Lançamento do Álbum “Temptation” - Harley-Davidson Bozen - Trentino-Alto Adige, Itália
11 de maio - Isola Rock Festival (headliner) - Isola Della Scala (VR), Itália
11 a 13 de julho - No Flammen Open Air – Alemanha

Mais informações:

Obs.: As notas publicadas nesta seção são de responsabilidade das assessorias das bandas/artistas.

2 comentários:

Shinigami Records