quarta-feira, 15 de maio de 2019

Arte News: JELLO BIAFRA sobre o poster censurado e a turnê do falso Dead Kennedys no Brasil:


JELLO BIAFRA sobre o poster censurado e a turnê do falso Dead Kennedys no Brasil: 
Estou em choque. Estou deprimido. E antes de mais nada, como foi que eles deixaram tudo isso acontecer? Essa é mais uma das razões (e existem muitas) do porque eu não querer mais tocar com esses caras, independente de quantos milhões de dólares sejam oferecidos. A banda acabou em 1986.

Eu adorei a arte do poster e achei a ideia SENSACIONAL. Me sinto honrado sempre que posso usar algo tão maravilhoso (feito com seriedade!) para algum dos meus projetos. Se algum dia eu conseguir uma cópia desse poster, eu quero enquadrá-lo e pendurar na minha sala ou no escritório da Alternative Tentacles.

Mas qual é o grande problema? De todas as grandes artes políticas e anti-fascistas usadas para promover o Dead Kennedys ao longo dos anos, esta é a primeira vez que eu tomo conhecimento desses caras serem contra um poster político. Por que este? E por que agora?

Valentões fascistas realmente ameaçaram a banda e disseram que haveria violência caso os shows acontecessem? Eles ameaçaram o promotor e as casas de show? Ou alguém ficou preocupado com o fato dos apoiadores do Bolsonaro não comprarem camisetas suficiente da banda nos shows?

Em um post de Facebook recém apagado, foi dito que eles não devolveriam o dinheiro dos ingressos aos fãs. Ao invés disso, comunicaram que iriam doar os valores recebidos como adiantamento para a “caridade” ($42.000 DÓLARES AMERICANOS!) O promotor acaba de me dizer que ele recebeu o dinheiro de volta e agora os fãs que compraram os ingressos serão reembolsados! IHAAAA!

Se as ameaças de violência contra fãs inocentes foram realmente verídicas, bem, isso muda as coisas.

Eu tenho certeza que meus antigos companheiros de banda se lembram do terrível episódio de violência que ocorreu quando o verdadeiro Dead Kennedys tocou em Leicester, Inglaterra, em 1982. Os verdadeiros fascistas da Inglaterra [algo como uma Ku Klux Klan do país na época] se juntaram a alguns roadies do The Exploited e atacaram o show. Eu tive de me esquivar deles, no melhor estilo Muhammad Ali, por quase toda nossa apresentação enquanto eles subiam no palco e tentavam me acertar. O Dave do MDC acabou indo para o hospital com a cabeça rachada.

Nós também nunca conseguimos esquecer dos ataques pré-planejados pela polícia em diversos outros shows, onde policiais completamente descontrolados giravam seus cassetetes acertando a todos [incluindo o Peligro] DENTRO das casas de shows. E eu não estou falando somente da Polícia de Los Angeles.

Mas, “…A banda sente que não tem conhecimento suficiente para falar sobre assuntos políticos de outros países.”?? Vocês estão tirando com a minha cara?!?!? Essa banda já esteve no Brasil 2 ou 3 vezes! O que eles tem a dizer então sobre “Holiday in Cambodia”? E sobre “Bleed For Me”, cuja letra eu escrevi  para as vítimas das guerras sujas da América Latina? Eles tem ciência sobre as capas dos discos da banda? Alguma vez na vida eles leram minhas letras nos encartes dos discos?

Como é possível que eles não tenham noção do que acontece no resto do mundo? Todos nós estamos conectados atualmente. O East Bay Ray não é uma pessoa burra. Eu imagino, pela forma como o texto foi escrito, que ele mesmo escreveu a declaração anti-poster do Brasil. E eu não sei se ele mostrou o texto para os outros caras da banda antes de postar.

Ray é uma pessoa muito bem educada, sempre se interessou por leitura e é o único membro original do Dead Kennedys que possui formação acadêmica. Me lembro dele como uma pessoa culta, sempre lendo artigos interessantes e aprofundados da revista The New Yorker. A recente edição do dia 1 de Abril trouxe um artigo bastante assustador expondo Bolsonaro e seu movimento. Mas mesmo antes disso, eu tenho 99% de certeza que o Ray sabia muito bem quem é o Bolsonaro - e o que ele representa.

Por que eu sei disso? Porque a maioria dos americanos sabem, até mesmo aqueles que têm metade do cérebro funcionando. Eu não posso falar pelos apoiadores idiotas do Trump.

Sim nós estamos preocupados com o Brasil. Porque nós nos importamos com o Brasil. E porque nós nos preocupamos com o mundo.

Nós tememos pela situação dos brasileiros. Tememos pela Amazônia. Tememos pelas tribos indígenas que poderão ser massacradas. Nós não queremos que mais nenhum inocente morra como aconteceu com a Marielle Franco. Sim, a notícia de seu assassinato chegou até os noticiários americanos.

E, meus caros amigos, nós admiramos e respeitamos muito cada um que tenha a coragem de se posicionar contra o Bolsonaro e seus apoiadores fascistas metidos a valentões.

Minha banda, The Guantanamo School of Medicine, não poderá ir ao Brasil por algum tempo. Estamos gravando no momento e existem assuntos internos que precisam de nossa atenção agora.

Mas saibam que vocês estão em nossos corações.
Vocês não foram esquecidos.
Vocês não estão sozinhos.

FODA-SE O FASCISMO

Jello Biafra

Veja o poster aqui: poster dead kennedys




HELLION RECORDS: Darkthrone e Demons & Wizards serão lançados no Brasil
A Hellion Records anunciou que o novo álbum do Darkthrone, “Old Star”, será lançado no Brasil pela gravadora no dia 31 de maio, mesma data do lançamento mundial.

Além disso, a Hellion anunciou também o relançamento dos álbuns do DEMONS & WIZARDS, projeto de Jon Schaffer do ICED EARTH e Hansi Kürsch do BLIND GUARDIAN, que se preparam para lançar o novo álbum no início de 2020.

Enquanto isso, eles decidiram relançar os 2 primeiros álbuns, "Demons & Wizards" e "Touched By The Crimson King", em versões expandidas.

Ambos são remasterizados com nova arte em digipack.

O álbum "Touched By The Crimson King" será duplo e ambos os álbuns serão lançados no Brasil pela Hellion Records no início de Junho.

A data do lançamento mundial é dia 7 de Junho.

Disc 1
01. Crimson King (Remaster 2019) (05:46)
02. Beneath These Waves (Remaster 2019) (05:12)
03. Terror Train (Remaster 2019) (04:46)
04. Seize the Day (Remaster 2019) (05:22)
05. The Gunslinger (Remaster 2019) (05:14)
06. Love's Tragedy Asunder (Remaster 2019) (05:27)
07. Wicked Witch (Remaster 2019) (03:32)
08. Dorian (Remaster 2019) (06:36)
09. Down Where I Am (Remaster 2019) (04:54)
10. Immigrant Song (Remaster 2019) (02:28)
11. Lunar Lament (Remaster 2019) (04:03)
12. Spatial Architects (Remaster 2019) (05:46)
13. Wicked Witch (Slow Version - Remaster 2019) (03:56)

Disc 2
01. Terror Train (Demo - Remaster 2019) (04:46)
02. Beneath These Waves (Demo - Remaster 2019) (05:13)
03. Seize the Day (Demo - Remaster 2019) (05:14)
04. Spatial Architects (Demo - Remaster 2019) (04:37)
05. Down Where I Am (Demo - Remaster 2019) (05:32)
06. The Gunslinger (Demo - Remaster 2019) (04:54)
07. Until She Comes (Demo - Remaster 2019) (05:09)
08. Love's Tragedy Asunder (Demo - Remaster 2019) (05:12)
09. Crimson King (Demo - Remaster 2019) (05:45)

Segundo álbum - "Touched By The Crimson King" (2CD) - Duplo

Mais informações:


IMPERIOUS MALEVOLENCE: Confira trechos da apresentação da banda no ‘Genocide Fest III’

Recentemente, o quarteto paranaense IMPERIOUS MALEVOLENCE esteve presente em importantes apresentações, que estão servindo de suporte na divulgação do atual álbum “Decades Of Death”.

Um destes shows, aconteceu no Jokers Club, em Curitiba/PR, no último dia 06/04/2019, onde a banda esteve ao lado de Divulsor, Ethel Hunter e Rebaelliun, no ‘Genocide Fest III’.

As faixas “Where Demons Dwell” e “Ascending Holocaust” foram registradas e divulgadas em seu canal oficial do YouTube, mostrando todo o entrosamento desta nova fase do grupo, e que esta formação está mais brutal do que nunca, assista:

Imperious Malevolence - Where Demons Dwell (Live Jokers): 
https://youtu.be/Q92EYQVDlMM
Imperious Malevolence - Ascending Holocaust (Live Jokers): https://youtu.be/PfKQuxIVbfw

Em paralelo, “Decades Of Death” ainda está disponível em seu formato físico e pode ser adquirido por apenas R$ 25,00 (+ frete) escrevendo para 
immalevolence@gmail.com ou pelo Facebook em www.facebook.com/ImperiousMalevolence/, apoie o Metal nacional!

Contato para shows: 
immalevolence@gmail.com

Contato para assessoria de imprensa: 
www.sanguefrioproducoes.com/contato
Sites relacionados:
https://www.facebook.com/ImperiousMalevolence/
https://www.instagram.com/imperiousmalevolence/
https://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/ImperiousMalevolence/23



MOTÖRBASTARDS: “Invasão Rock n’ Roll” em Santa Catarina com 3 shows neste fim de semana

O power trio paranaense MOTÖRBASTARDS já se prepara para mais um ‘weekend tour’ em 2019 com shows especiais em Santa Catarina, onde não só apresentará o melhor do ‘Motörhead brasileiro’, mas também levará suas novas composições ao público catarinense.

A primeira delas acontecerá em Blumenau/SC, na sexta-feira (17/05), onde estarão no ‘Ahoy Blumenau’ ao lado da banda local Ravenna, confira:

https://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/MOTORBASTARDS_Blumenau.jpg
Link do evento no Facebook para mais informações: 
https://www.facebook.com/events/2710455822360633

No dia seguinte, 18/05, o MOTÖRBASTARDS viaja até o litoral de São José/SC, para novamente fazer um grande tributo aos mestres do Rock n’ Roll, Motörhead. Para a abertura, foi confirmado neste show o grupo Steel Skull, veja:

https://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/MOTORBASTARDS_Sao_Jose.jpg
Link do evento no Facebook para mais informações: 
https://www.facebook.com/events/1882421895195280/

Para fechar com chave de ouro esta trinca de shows, a banda pega a estrada até Joinville/SC, onde, no domingo (19/05), acontece o ‘Metal na Praça VI’, que contará também com a presença de Dopamina, Mad Head Machine, Atrocitus e Redtie, confira o cartaz:

https://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/MOTORBASTARDS_Joinville.jpg
Link do evento no Facebook para mais informações: 
https://www.facebook.com/events/312485912778222/

Em paralelo, recentemente o MOTÖRBASTARDS confirmou presença no mais novo tributo brasileiro à lenda do Hard Rock mundial, Kiss, intitulado “Brazil Rock City... The Brazilian Tribute To Kiss”. O trabalho vem sendo organizado pela Secret Service Records e será lançado em álbum duplo, contendo 24 bandas de diferentes estilos confirmadas, confira:

https://sanguefrioproducoes.com/upload/imagens/mediaset/MOTORBASTARDS_Tribute_Lo_Res.jpg


VELHO BUFFALO RUFFUS: se apresenta nesse sábado na “Virada Clandestina” evento gratuito na cidade de São Paulo
Todo ano a cidade de São Paulo recebe a tradicional festa “Virada Cultural”, que tem como apelo levar diversidade, atrações nacionais e de vários segmentos diferentes da música. Porém o que se vê nessa festividade são artistas já consagrados e que não são doRock/Metal.

Algumas produtoras, ligadas ao Metal nacional, fez um simples questionamento. Por que as bandas de Rock/Metal não possuem espaço nesse evento destinado à diversidade? Uma delas, a “Insurreição”, foi muito além e resolveu criar a “Virada Clandestina” que será realizada no dia 18 de maio, mesma data da “Virada Cultural” e terá ao todo 14 bandas se apresentando, e, todas do segmento Rock/Metal.

O festival terá início às 22h00 e será realizado no Centro de São Paulo. Uma das atrações confirmadas é o Velho Buffalo Ruffus. Oriundos do Rio de Janeiro e erradicados emSão Paulo, o grupo é uma das melhores revelações do Power Drunk Metal. Além deles, a banda responsável por organizar o evento, a Insurreição estará se apresentando com todo seu peso e qualidade.

Completam o cast do evento as bandas Mijo de Gato, Craca, Banda Lepra, Tricaosso, Motuus Vivus, Be God, Olhos de Guaxinim, A Mortalha, Bad Brothers, Disfonia – Dbeat Noise Tërroristä, Estorvo Sonoro e Milhões de Mortos por Metro.

O festival é gratuito e a música irá rolar durante toda a madrugada, então prepare aquela garrafa de café e cheque cedo da noite, para não perder nenhuma das atrações.

Mais informações no link abaixo:


ROCK MEETING: Especial Abril Pro Rock
É maio e já chegou a nova edição da Rock Meeting que traz um especial sobre o Abril Pro Rock. Levantando a bandeira da mulher, o APR 2019 contou com a participação feminina, bandas nacionais e internacionais.

Ainda no campo dos shows, estivemos presentes no Black Label Society, no Festival Garotas à Frente e Greta Van Fleet. Além das entrevistas com as bandas Eskröta e Orthostat. Vindo de Barcelona, um apanhado da passagem do Sick of it All e Good Riddance na cidade catalã.

Para os amantes de tatuagens, trazemos a coluna Skin, em parceria com o Wonder Girls. Nesta edição fala sobre as solteiras.

Oriunda do Nordeste do Brasil, a Rock Meeting assume a responsabilidade de divulgar o que há de bom na região, por isso há seis anos vem lançando uma coletânea com a premissa de promover as bandas locais.

A RMCollection Six conta com 21 bandas, dos mais variados estilos, representando todos os estados nordestinos.  E você pode baixar esta e as outras edições em nosso site, é totalmente gratuito.

Outro destaque vai para a revista Meeting Hell. Uma grande parceria da Rock Meeting com a Hell Divine. A capa e a logomarca dessa união foram feitas pelo renomado designer Gustavo Sazes.

Acesse - www.rockmeeting.net   


INANIMALIA: libera vídeo para single “Spectre Of A Human Mind”
O primeiro material da banda Inanimalia, o EP “A Message”, teve seu lançamento oficial em 2016. O trabalho conta com três faixas e possuí letras inteligentes que abordam temas sobre o psicológico humano.

Uma das músicas presentes nesse primeiro registro, “Spectre Of A Human Mind”, foi liberada pela banda no YouTube. Acompanhado de um vídeo, a faixa é uma das primeiras composições que foi escrita pela Inanimalia.


Após apresentar cada uma das músicas presentes em “A Message”, o Inanimalia irá informar aos seus fãs como foram escritas e qual o tema que são abordados nas músicas do grupo.

Em 2019, várias novidades serão lançadas pela banda. Uma informação muito aguardada é a confirmação de um possível lançamento de um novo material de estúdio, ainda para esse ano.

Formação:
Alessandra Lodoli – Vocal
Rafael Cazuza – Guitarra
Thales Carosia – Baixo
Vagner Venâncio – Bateria

Mais informações:


THE GARD: cria releitura para clássico “Immigrant Song” do Led Zeppelin
Curiosamente a banda “The Gard” ao lançar o álbum “Madhouse” fez algo inverso ao que a maioria das bandas fazem, ao incluir em seu primeiro registro oficial, um cover em homenagem a uma banda que tem forte influência musical sobre a musicalidade criada pelo grupo.

Como muitos já sabem, o The Gard não esconde que sua maior referência musical seja oLed Zeppelin. E para comprovar isso, o grupo gravou uma versão para a clássica “Immigrant Song”. A música é a abertura do álbum “Madhouse” e recebeu um videoclipe de altíssimo nível.


Além de ser uma singela homenagem, “Immigrant Song” foi o primeiro single oficialmente lançado pela banda ao apresentar seu novo álbum. Os motivos são simples, no início de sua história o The Gard era uma banda que fazia tributos à várias bandas clássicas, com maior peculiaridade em músicas do Led Zeppelin. Daí vem essa ideia de abrir o disco com esse tributo e assim, proporcionar aos fãs uma migração natural de banda tributo, para banda autoral.

De acordo com o vocalista Beck Norder, a intenção do grupo com “Immigrant Song” foi a de justamente traduzir um clássico para a contemporaneidade.
"A releitura de Immigrant Song vem com uma cara moderna. O novo arranjo tem peso e não cai nos clichês do metal. Valorizamos alguns elementos da música original, e das versões ao vivo tocadas pelo Led, e colocamos a identidade da The Gard na música: a batida é outra, acrescentamos um violão tocado ao estilo fingerstyle, gravamos um baixo com whammy e distorção, deixamos a harmonia mais densa e étnica/tribal e o próprio riff sofreu alterações”.

O álbum “Madhouse” se encontra disponível para audição completa em todas as plataformas de Streaming. Após assistir ao clipe, confira o material na integra!


Formação:
Beck – voz e guitarra base
Lucas Mandelo – bateria
Enrico Ghirello – baixo
Bruno Paulinetti – guitarra solo
Allan Oliveira – guitarra solo


TREND KILL GHOSTS lança single com participação de RALF SCHEEPERS


Banda aposta no power metal clássico em álbum de estreia, "Kill Your Ghosts"


Foto: Marcelo Buck

A banda de power metal Trend Kill Ghosts, formada em 2018 por Diogo Nunes (vocal), Rogério Oliveira (guitarra), Danilo Perez (baixo) e Leandro Tristani (bateria), antecipa o lançamento do álbum "Kill Your Ghosts", previsto para o início de julho, com o single e lyric video de "Ghost's Revolution". Indo de encontro com seu estilo, inspirado em nomes como Gamma Ray, Helloween, Avantasia, Savatage e Stratovarius, a música traz a presença do icônico vocalista alemão Ralf Scheepers (Primal Fear, ex-Gamma Ray e Tyran' Pace). "A música 'Ghost's Revolution' tem uma estrutura baseada em Gamma Ray e a letra fala a respeito do meu reencontro com Diogo. Nós havíamos tocado juntos no passado e agora nosso objetivo é superar os erros e obstáculos que nos impediram de alcançar os objetivos no passado", explicou Rogério Oliveira. "Ter uma lenda como Ralf Scheepers participando dos vocais elevou o poder da música. Este single realmente vem surpreendendo, pois, além da participação especial, mostramos os elementos clássicos do power metal, com influências claras de Gamma Ray, Helloween, Edguy e Avantasia", completou Diogo Nunes.

Quando gravou as suas partes, Scheepers postou um vídeo no stories de seu Instagram em que falou "Acabei de finalizar as vozes para o Trend Kill Ghosts. Gravei um dueto com Diogo e ficou incrível!".

Para ver o lyric video, acesse: https://youtu.be/9nvPyKxBD-s

O primeiro single, porém, foi "Frozen", que abriu caminho para "Ghost's Revolution". Além de Scheepers, o álbum "Kill Your Ghosts" traz Raphael Dantas (SoulSpell, Ego Abscence) e May Puertas (Torture Squad) como convidados especiais. "Estamos finalizando o álbum, que trará oito faixas totalmente influenciadas pelo power metal. Ao contrário de alguns anos atrás, parece que a procura por este estilo vem voltando e muitas bandas voltaram a fazer o que realmente gostam. Isto é o mais importante", concluiu Diogo Nunes.

Site relacionado: www.facebook.com/tkgband


BELLE MORTE lança novo single
A banda bielorrussa de metal sinfônico / gothic, Belle Morte, lançou seu novo single “To Get Her”. O single foi gravado no Ivory Studio e mixado / masterizado por Sergei Butovski.


Belle Morte foi formada em Minsk, Bielorrússia, formada em 2015. A ideia por trás da Belle Morte é combinar a bela e inocente parte (Belle) com uma mal-intencionada e distorcida (Morte). O primeiro single "Mercy" lançado em 9 de dezembro de 2017 pertence a "Belle", enquanto o segundo "Devilish Deal" é sobre "Morte". Agora a banda está gravando o álbum de estreia, que deve ser lançado em 2019.


SLOMATICS lança nova música
A Slomatics acaba de lançar sua nova música “Mind Fortresses on Theia” no The Obelisk, que foi tirada do álbum “Canyons”, que será lançado pela Black Bow Records no dia 7 de junho.


Encomende “Canyons” aqui: https://blackbowrecords.bigcartel.com/products

Pré-encomendas do disco aqui:


CALAMITY: o segundo álbum dos thrashers de Porto Rico, “Kairos”, é lançado
Os tritões frenéticos porto-riquenhos do CALAMITY levam adiante uma implacável aventura de destruição de pescoços através do aguardado álbum, “Kairos”. Como prévias do álbum, eles lançaram os vídeos do single “The Truth”, e depois do segundo single “Guerreros” - sua primeira música em espanhol.

Comentário da banda: “”KAIROS” traz um novo som ao jogo - os riffs, as letras, o som. Estamos verdadeiramente felizes com tudo. Este é o mais real que podemos ter como banda até agora! "

Estreado na New Noise Magazine, o álbum teve seu lançamento mundial em 10 de maio, digitalmente e em CD.

Confira o disco nos seguintes links:

Mais informações e encomendas:


TABLEAU MORT anuncia o álbum de estreia via Loud Rage Music
O sexteto do Black Metal, baseado em Londres, TABLEAU MORT, anuncia o lançamento de seu primeiro álbum de estúdio intitulado “Veil of Stigma, Book 1: Mark of Delusion”, para este verão de 2019, em colaboração com a Loud Rage Music. O material completo foi gravado entre julho de 2018 e fevereiro de 2019 e depois mixado e masterizado por Neil Haynes no conhecido Parlor Studios UK.

Com base nas influências simbólicas e temáticas do cristianismo ortodoxo romeno, o álbum é uma jornada espiritual que explora a fixação das humanidades com conhecimento, sacrifício e perfeição, que muitas vezes é um caminho para a loucura. Enquanto o TABLEAU MORT se descreve como uma banda de Black Metal, há muitos aspectos e camadas em seu som, oferecendo música moderna e poderosa. Inspirando-se nos muitos subgêneros do Metal, o TABLEAU MORT valoriza a criação de um som atmosférico e emocional, que é ao mesmo tempo melódico e melancólico. Vocalmente, o TABLEAU MORT mistura cânticos ortodoxos com gritos frenéticos para expandir suas fundações macabras.

Aqui está uma amostra do som da banda, o single “Fall of Man”: https://youtu.be/5oFsbNIzn5g

Mais informações:

Obs.: As notas publicadas nesta seção são de responsabilidade das assessorias das bandas/artistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records