sexta-feira, 16 de maio de 2014

An Act of Treachery – “Reflections Of A Dying World” – 2013 – Independente (Importado)

A diversificação existente hoje no cenário do Metal é imensa. Bandas que surgem procuram fazer um som inovado e atraente, deixando assim o fã ou apreciador do estilo com uma ótima impressão sobre o trabalho da banda. Os caras do An Act of Treachery fizeram exatamente isso, procuraram fazer um som de aceitação desejável e sem deixar a coisa desandar para os clichês que hoje existem aos montes.

Com um som dosado no Thrash e nuances de um Death melódico, a qualidade impressiona devido a cada música soar com grande originalidade e também com certa coerência para não se tornar apenas mais uma banda na cena. Guitarras com bons riffs, velocidade sem exageros, cozinha bem organizada e de forma agressiva se cadencia, bem ao demais com um vocalista que sabe bem usar os timbres.

O disco contém onze músicas de puro peso sem deixar o ouvinte se cansar. Um belo exemplo é a faixa de abertura In Chains que entra com todo mundo trabalhando, vocal, guitarras, cozinha mostrando que vem ‘chumbo grosso’.  Seguindo para Wasted Life, com algo mais calmo no início entre pratos de bateria e dedilhados de guitarra, logo em seguida a música da lugar aos riffs e um vocal rasgado mas com bastante técnica. Com uma pegada mais Heavy Metal, Our Own Fault tem um refrão grudento, também se trata de uma música rápida, mas sem o peso idêntico das demais.

Interlude sequenciada por Drowning, mostra ser uma intro para uma espécie de ‘segunda parte’ do disco, dando uma pegada novamente mais Heavy, sem esquecer o vocal marcante e agressivo. God Of War mostra mais uma vez o grande talento de uma banda que com certeza fará mais e mais, contribuindo assim para o bem da nação que gosta de um peso cheio de variações e bastante técnica.


7,5

Leandro Fernandes


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records