quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Herege – “Terra Morta”

(2016 – Nacional)
                                           
Cemitério Records

O Herege é uma banda novíssima que vem do interior do Espírito Santo, mais precisamente de Iúna. Formado em 2015 e apesar de novíssimo, o grupo aposta em uma sonoridade que passa longe das modernices e perfeições que assolam a música extrema atual.

Aqui os estilos que dominam os porões do underground se aliam e geram uma música tosca que serve como trilha sonora para temáticas que abordam política e o sistema falido deste nosso ‘brasilzão’. Dentro deste bolo encontram-se elementos do Death Metal, Grindcore, Crust e Hardcore.

Optando por cantar em português, as letras são tão diretas quanto às composições. Sem meias palavras, a banda passa sua mensagem tendo um instrumental cru e simples, mas que se preocupa com a coesão. As levadas simples são cativantes e convidam o ouvinte a bater cabeça.

A produção é bem natural, mas consegue traduzir a sonoridade proposta. Os destaques ficam por conta de faixas como Polícia Corrupta, Dinheiro, Basta de Preconceito, Terra Morta e Mentes da Alienação. Ainda há cinco faixas ao vivo como bônus que mostram a ‘tosqueira’ da banda nos palcos, o que é bem legal e vai bem, obrigado.  

Formado por Juliano Freitas “Herege Maldito” (bateria) Davi Ambrósio “Homem Bomba” (baixo/vocal), Everton Silva “Peste” (guitarra/vocal) e Lucas Barbosa (guitarra), o Herege honra o underground e impõe uma sonoridade bem característica da música pesada nacional.


8,0

Vitor Franceschini


Um comentário:

Shinigami Records