terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Lacerated And Carbonized – “Narcohell”

(2016 – Nacional)
                          
Vingança Music

2013 parece não ser um ano tão distante assim, até porque a impressão de que o tempo voa cada vez mais é sentida por muitos. Mas, se partirmos do princípio de lançamentos de qualidade, alguns parecem que demoram uma eternidade pra saírem.

Esse é o caso de “Narcohell”, terceiro disco dos cariocas do Lacerated and Carbonized (L.A.C.), que veio com a difícil missão de superar “The Core of Disruption” (2013). Fato é que as comparações são injustas e, mesmo os discos tendo a impressão digital da banda, cada um soa a sua maneira.

Com foco nos problemas sociais e de criminalidade da terra natal da banda, o Rio de Janeiro, impressiona como eles conseguem encaixar essas temáticas ao Death Metal técnico e vigoroso que produzem. Vale destacar que ainda aliam a isso resquícios de Thrash Metal e influência da música brasileira, que só acrescentam.

“Narcohell” sem sombras de dúvidas é o trabalho mais completo da L.A.C., mostrando-se versátil e abrangente. Com arranjos e ritmos variados, a banda conseguiu adotar leves melodias que ajudaram ainda mais a encorpar sua sonoridade. Tudo bem timbrado e estruturado, com grande produção de Felipe Eregion (Unearthly) e da própria banda.

O ‘tracklist’ é bem equilibrado, com composições que possuem cada uma seus adjetivos, sendo que a banda aposta em algumas partes de letras em português e se sai muito bem. Destaque para a faixa título, Bangu 3, The Urge, Hell de Janeiro e Mass Social Suicide. O disco ainda conta com participação de Marcus D’Angelo (Claustrofobia) e Mike Hrubovcak (Monstrosity). Missão cumprida!


9,0

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records