quarta-feira, 8 de novembro de 2017

InteraBanger: Venom Inc.



O Venom Inc. é mais uma das reencarnações do Venom, um dos responsáveis por fazer brotar o Metal extremo no mundo todo. Trazendo Tony “Demolition Man” Dolan (vocal / baixo), Mantas (guitarra) e Abaddon (bateria), em seu primeiro álbum o trio mostrou como o Venom deve soar, trazendo a sonoridade da clássica banda para os dias de hoje com uma produção de qualidade e música carregada (incluindo nos temas que afrontam o cristianismo). A mídia e o público parecem ter aprovado, como vemos nos comentários abaixo.

“Eu já fiz a resenha na Roadie Crew. (...) um som que mescla a fúria esperada dos pioneiros do Black Metal, como na rápida e Hardcore Time to Die, aliado a uma pegada típica do Metal inglês – Black Sabbath e Motörhead, como nas mais cadenciadas I Kneel to No God, Blood Stained e Preacher Man, por exemplo. As duas primeiras músicas divulgadas, com o single e videoclipe de Dein Fleisch (sua carne, em português) e o lyric da faixa de abertura, Avé Satanas, são bons exemplos da concepção musical adotada. Ponto positivo para a produção, comandada por Mantas, que conseguiu deixar o som pesado e vigoroso – ouça o poder de fogo de Forged in Hell e da acelerada Metal We Bleed. Destaques ainda para The Evil Dead, War e a celebração final com Black N Roll. Mais Venom impossível...” (Ricardo Batalha, Roadie Crew - http://www.roadiecrew.com/)

“Direto pro meu top 10 sem dó nem piedade.” (Leonardo M. Brauna, Roadie Crew - http://www.roadiecrew.com/)

“Surpreendente! Ouvi sem esperar muito e viciei, no meu top 10 do ano com certeza.” (Fabio Reis, Mundo Metal - https://mundometalblog.blogspot.com.br/)

“Muito bom e com uma ótima produção!” (Leandro Nogueira Coppi, Brasil Metal História - https://www.facebook.com/BrasilMetalHistoria)

“Excelente! Muito melhor que o “outro” Venom!” (Luciano Piantonni, Produtor Pegadas do Andreas Kisser - https://www.facebook.com/pegadasdeandreaskisser/)

“Ótimo disco, um dos melhores do ano!! Mais Venom que o próprio Venom.” (Raphael Arízio, Moth Division - https://www.facebook.com/MothDivision)

“Grande registro. Começaram celebrando a história do Venom e acabaram por pegar todos positivamente de surpresa com esse belo play. Como dito acima, bem mais Venom que o próprio Venom. Mestres.” (Felipe Castro, leitor)

“Uma banda com identidade própria, mesmo seguindo o estilo do Venom. Mas como eu sempre digo: o espírito do Venom está no Venom Inc.” (Marcos Garcia, Metal Samsara - https://metalsamsara2.blogspot.com.br/)

“Sensacional! Esse disco é top.” (Eduardo Vaz Couto, leitor – Nova Lima/MG)

“Falar de Venom pra mim é sempre complicado, primeiro por ser uma das minhas bandas favoritas, depois por ser uma das minhas maiores influências como músico. Quando vejo bandas disputando a tapas um nome, a impressão que fica é a falta de confiança e inspiração, como se a banda não tivesse mais nada para apresentar e basicamente tivesse que viver única e exclusivamente do nome, afinal de contas, a banda que deveria fazer o nome, e não o contrário. Porém o álbum foi uma surpresa agradável, de fato a banda manteve o espírito do Venom, e soube inovar na medida certa do meu ponto de vista, ótima produção, baixo bem pesado, bateria presente na medida certa. Ótimo álbum.” (Alexandre Rodrigues, Crushing Axes - http://www.crushingaxes.com.br/)



“Entre os 10 melhores registros da música pesada em 2017!” (Paulo Pontes, Roadie Crew - http://www.roadiecrew.com/)

“Álbum foda! Muito bom!!!” (Orland Bussolo Junior, leitor – Criciúma/SC)

“Eu achei um álbum bem coeso e dentro do propósito. A faixa título é fenomenal e as demais não deixam a desejar. Muito bom e vale ser destacado como um dos melhores de 2017!” (Clinger Carlos Teixeira, Heavy Metal On Line - https://www.facebook.com/heavymetalonline.br/)

“O Venom Inc soa mais Venom que o próprio Venom atual... E é isso. Melhor álbum da banda desde o “Prime Evil” (1989).” (Leandro Vianna, A Música Continua A Mesma - http://musicacontinuaamesma.blogspot.com.br/)

“O ouvi umas duas vezes inteiro desde que consegui o álbum, mas gostei muito! Mas acabo sempre voltando a Blood Stained (foda). Sem fazer qualquer comparação, o disco é exatamente aquilo que se esperava dele. Me lembrou um mix da fase 'Demolition Man' (dããã!! Claro!!) com o que os caras fizeram no “Cast in Stone” (1997). Mas esperava que a produção fosse um pouco mais "homem das cavernas". Acho que casaria ainda mais com o sonoridade dos caras.” (Vitor Caricati, guitarrista da Overthrash - https://www.facebook.com/bandaoverthrash/)

“Entra fácil no meu top 5 2017.” (Patric Belchior Resende, vocalista da Apple Sin - https://www.facebook.com/bandaapplesin/)

“Coloca o atual Venom no bolso.” (Gustavo Azevedo, leitor – Guaiçara/SP)

“Uma continuação da era 'Demolition Man' nos anos 90, bem produzido com Mantas mostrando que ainda tem bons riffs. “Avé” é pesado, recomendo! Particularmente prefiro o 'From the Very Depths' (2015) do Venom.” (Ronaldo Xulipa, leitor)



A seção InteraBanger do Blog Arte Metal, além de procurar inovar e tirar o veículo de certa rotina, tem o intuito de interagir com o leitor, músicos e especialistas no assunto sobre álbuns polêmicos ou não de bandas já consagradas e relevantes. Outros assuntos relativos às bandas ‘mainstream’ (ou nem tanto) também serão comentados esporadicamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records