quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Rage – “Seasons Of The Black”

(2017 – Nacional)              
                                               
Nuclear Blast / Shinigami Records

E olha o Rage se mostrando prolífico mais uma vez e soltando um disco um ano e um mês depois de seu antecessor. E o mais interessante ainda, os trabalhos nada tem a ver um com o outro, a não ser a identidade (única por sinal) da banda liderada por Peter "Peavy" Wagner (vocal/baixo).

Por sinal, quando lançou “The Devil Strikes Again”, o Rage mostrou um retorno às raízes tanto no instrumental quanto nas levadas das composições, inclusive trazendo uma produção bem orgânica perto do que vinha apresentando nos seus trabalhos mais recentes.

Em “Seasons Of The Black” a banda mantém uma chama mais direta, porém adota linhas mais atuais, recupera a ‘pomposidade’ da sonoridade de outrora e traz timbres e produção mais carregados. Isso, com certeza não tira nada do brilho e muito menos da identidade da banda, que raramente foi ameaçada em toda a sua discografia.

Aliás, temos aqui um trabalho primoroso de bateria, a cargo de Vassilios "Lucky" Maniatopoulos, com linhas empolgantes e uma pegada firme, sem economizar em levadas semi-velozes com bumbos duplos, o baixo correto de Peavy e seus vocais típicos, além de mais um trabalho de qualidade de Marcos Rodríguez, que acertou bem nos solos de guitarra.

Os refrãos pegajosos de Season of the Black, Serpents in Disguise, Blackened Karma, Justify e Bloodshed in Paradise (essas duas últimas partes da peça ‘The Tragedy of Man’, que encerra o disco) atraem de imediato. Vale lembrar que a versão nacional ainda traz um CD bônus com regravações do Avenger, banda embrião do Rage, que mostram que Peavy não perdeu a pegada e a agressividade advinda de anos da banda.


8,5

Vitor Franceschini



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records