terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Krucipha – “Inhuman Nature”

(2017 – Nacional)
                                       
Shinigami Records

O Krucipha chega ao seu segundo disco esbanjando energia e mostrando que evoluiu em relação ao primeiro trabalho (“Hindsight Square One” de 2014), mas não forçou e, além de manter suas características, a banda conseguiu demonstrar naturalidade nesse quesito.

“Inhuman Nature” a princípio parece um disco normal, mostrando um Thrash Metal atual que não fecha o seu leque e flerta com outros estilos, como o Metalcore e o Death Metal, por exemplo. Porém, é um disco que parece de fácil digestão, mas deve ser bem mastigado.

O disco é rico em elementos, traz um peso impressionante e uma ótima variação rítmica, fazendo com que o Krucipha saia do comum, comum que, aliás, assola o Thrash Metal ultimamente. Ora investindo em músicas diretas, ora em músicas mais versáteis, o grupo também não nega os elementos da música brasileira e consegue êxito com sua fórmula.

A produção, a cargo da própria banda e de Karim Serri (Legacy of Kain) caiu como uma luva, soa atual e exalta a pegada moderna que o Krucipha possui. Porém, em momento algum soa exagerada e ajuda muito a banda a manter a agressividade que advém desde os primórdios do grupo.

Hateful, Acceptance (que lyric video), a Death Metal Non Efficiens, Non Decorus, além das mais ‘experimentais’ Alter The Image e Mass Opression, essa última cheia de groove, são os destaques. O disco ainda traz duas bônus, sendo uma a regravação de Reason Lost MMXVI, que é simplesmente um hino. Aprovado!


8,5

Vitor Franceschini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records