segunda-feira, 7 de maio de 2018

Angel’s Fire – “O Conto”


(2018 – Nacional)

Underblood Productions

O Angel’s Fire finalmente chega ao seu primeiro disco após quatorze anos de estrada (com um hiato de dois) e alguns lançamentos de formatos inferiores a um álbum completo. E valeu a espera, pois estamos diante de um dos melhores discos nacionais de Power / Symphonic Metal de 2018.

Como a sonoridade da banda já foi denunciada no parágrafo anterior, temos em mãos um trabalho rico em arranjos, melodias e coesão. A banda não traz inovação em sua música, mas segue a cartilha dos estilos propostos. Tudo de uma forma natural e muito bem executada.

Trazendo o peso necessário das guitarras (muito bem timbradas, por sinal) e uma cozinha que enfatiza esse peso, o grupo consegue destilar músicas cheias de emoção e sentimento que, com o auxílio dos teclados e suas camadas sinfônicas, soam bem pegajosas, no bom sentido, é claro.

Não dá pra fica inerte diante de composições como Anjo de Luz, Sacrifício, Guardião, Meu Desejo e a faixa que dá nome à banda, uma das duas cantadas em inglês – a outra é Tonight. Composições ricas, bem estruturadas e que elevam o patamar da banda num cenário tão disputado.

Com uma produção que só aumenta a qualidade sonora do disco, o único pormenor do Angel’s Fire são alguns momentos das letras. A banda aposta na temática cristã (e não é esse o problema) e como cantam e português, às vezes soa pregação demais. Isso pode afastar o público ‘secular’. Um bom exemplo de como soar mais metafórico, são as já mencionadas faixas Guardião e Meu Desejo, lembrando que esta última conta com participação de Nenel Lucena, hoje na conceituada banda Bride dos EUA e que participa de Tonight também.


8,5

Vitor Franceschini

2 comentários:

  1. Com certeza é uma das melhores bandas que tive o prazer de presenciar ao vivo.

    ResponderExcluir
  2. Esse álbum é independente!

    ResponderExcluir

Shinigami Records