quinta-feira, 21 de março de 2019

Chrome Division – “One Last Ride”


(2018 – Nacional)

Nuclear Blast / Shinigami Records

Pode parecer clichê, mas impressiona como um álbum de despedida pode ser tão bom (talvez o melhor da discografia do Chrome Division) e terminar uma carreira de certa forma curta em alta. Sim, “One Last Ride” encerra o ciclo (tomara que por enquanto) deste que seria um projeto, mas que deu muito certo como banda.

A energia que emana no álbum é de debut, não de iniciantes, mas de um grupo que há tempos tinha lenha pra queimar e precisava registrar isso. Composições dinâmicas, empolgantes e pegajosas, talvez até as mais melódicas da banda, mas sem nenhum exagero.

Nem é necessário mencionar o trabalho de guitarras de Shagrath (Dimmu Borgir) e Mr. Damage, que metalizam o Rock and Roll pesado e safado destilando pela banda, dando a base para o disco. Vale destacar, que ambos registraram o baixo no trabalho, que deixa tudo ainda mais denso.

O retorno de Eddie Guz, que gravou os dois primeiros álbuns, caiu como uma luva! Como canta esse cara! Ouça a trinca inicial com So Fragile, Walk Away in Shame (com participação da cantora Missselia, que também canta na faixa This One Is Wild) e Back in Town para ver como já é suficiente para amar esse álbum.

Porém, há muito mais coisas a se destacar, como os bumbos duplos de Tony White em The Call, a festiva I'm on Fire Tonight com riffs Metais ‘country’, a faixa título, e a versão em espanhol para a já citada I’m On Fire Tonight, que virou Esta noche va a quemar. Que seja somente um até logo.


9,0

Vitor Franceschini

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Shinigami Records